A influência social dos esportes:malefícios ou benefícios?


Boa noite, Bom dia, Boa tarde!!

Sempre fui muito ligada a todos os esportes, não tanto como praticante, mas como conhecedora e telespectadora. Ultimamente tenho me voltado um pouco mais para a prática do exercício físico, e por conta disso, estou muito mais próxima das informações e notícias que fazem parte deste mundo.

Na noite de sábado, dia 5 de dezembro, tivemos um vôllei de areia dentro do Ginásio de Esportes do Ciro Nardi, Circuito de Vôllei do Banco do Brasil, que tem andado por várias cidades trazendo ídolos do vôllei de areia e de quadra. Foi muito bom vibrar com cada ponto feito pelos “gigantes”.

Levei uma galerinha, amiguinhos/as das minhas filhas, que ficaram encantadas com a festa, pegaram autógrafos, voltaram para casa radiantes.

Comecei a pensar em como os esportes influênciam a sociedade e como a sociedade influencia os esportes. Já tinha começado uma reflexão na noite em que o time do Fluminense disputou com o LDU o título da Copa Sul-Amaeicana, e mesmo tendo marcado vários gols, não conseguiu a vitória.Nesta noite e também no dia seguinte o que se comentou foi sobre o comportamento da torcida Tricolor, muito elogiado aliás.

Coisa que não tem acontecido ultimamente. Questionei-me, porque algumas torcidas reagem bem a uma derrota e outras não?

Neste final de semana tivemos as partidas que defiram o Campeonato Brasileiro.Aqui no Paraná, em Curitiba, aconteceu um fato que acabou virando manchete, inclusive, internacional. Ao final do jogo que rebaixou o Coritiba para série B, os torcedores invadiram o campo, agrediram, quebraram, espancaram.

Conseguiram transformar um fato já lamentável por seus torcedores, “o rebaixamento”, em algo que ficará manchado na história do Clube, dos seus torcedores, do futebol. Era um jogo em que várias famílias  foram  prestigiar, apoiar o time do coração, mas acabaram saindo de lá com imagens que com certeza, serão difíceis de esquecer.

Mas o que leva os torcedores agirem assim?? Como pode o esporte, neste caso específico, o futebol, que proporciona tantas alegrias, causar tanta revolta??

Para tentar entender um pouco esta influência social dos esportes,  faz-se necessário um resgate histórico.

O esporte contemporâneo nasceu, cresceu e tem se desenvolvido no seio da sociedade urbana e industrial sujeito às adaptações particulares da vida política, econômica e social moderna.

Sua prática atual surge pela primeira vez na Inglaterra, no mesmo momento, e não por casualidade, em que se inicia a Revolução Industrial. Essa caracterização tem implicações importantes tanto naquilo que se refere à prática esportiva como com a organização do esporte em geral.

O nascimento do esporte corresponde, considera Foucault (1993), a consciência que a burguesia adquiriu ao longo do século XIX da necessidade de controlar as populações para assegurar sua produtividade.

O amontoamento de corpos que ocorria nas fábricas e nas cidades, a duração da jornada de trabalho, a poluição, as enfermidades e a falta de saneamento urbano e as condições de moradia foram sendo percebidos como focos de perigo para a saúde da população ou para a saúde da nação. Entretanto, a extrema preocupação com a saúde da população dissimulava outras intenções.

Essa preocupação, não era especificamente pelo temor à doença dos trabalhadores em si, mas por suas repercussões econômicas (produz mais um operário são e bem alimentado), militares (o poder e segurança do império dependem de soldados fortes e robustos) e sociais (a sujeira e a doença são a fonte de todos os vícios e favorecem o surgimento de todos os tipos de contestadores).

As soluções encontradas para a superação desse quadro, inscritas em um contexto de crescente consciência e regulação do social, buscaram um ideal de operário-soldado-esportista.

Para esse sujeito foram promovidos hábitos higiênicos, realizadas campanhas difundindo os valores do exercício físico, regulamentaram as recreações populares, planejaram a necessidade de espaços ao ar livre, defenderam a implantação obrigatória do exercício ginástico, criaram movimentos juvenis… e inventaram-ensinaram-impuseram uma nova forma de jogar ao modo esportivo.

O esporte surgiu, então, como uma parte da estratégia de controle do tempo livre dos adolescentes das classes dominantes e, em um período muito curto de tempo, acabou por converter-se em um elemento central, no conteúdo formativo mais importante, dos currículos dessas escolas.

Passados alguns anos, temos a profissionalização dos esportes. O que temos então, é o  atleta profissional, que é  um novo tipo de trabalhador que vende a um patrão sua força de trabalho (capaz de produzir um espetáculo que atrai multidões); é valor de troca de sua força de trabalho, regulado pelas leis de oferta e procura do mercado.

O amadorismo deixou de existir desde que o atleta profissional se tornou um profissional do espetáculo muscular.

 Infelizmente,  não se pode estudar e analisar o fenômeno esportivo alheio ao movimento e organização sociais presentes ou sem considerar a influência dos meios de comunicação de massa na produção desse espetáculo.

Quantas cenas já presenciamos de disputas entre emissoras de Tv para ganhar a consessão de transmissão de Copas, Olímpiadas e de campeonatos?

Em Curitiba mesmo, existia uma campanha circulando na internet :

“A mobilização é grande em Curitiba e a campanha “Também vou jogar contra o Inter” circula na internet fazendo uma corrente para o Coxa Branca. É uma iniciativa de torcedores do Coritiba “, Campanha esta que se estendeu por todas as outras partidas.

Com que pensamento este torcedor é levado aos estádios??O que ele espera?O que ele quer??Como somos cobrados pelo sociedade capitalista??

O esporte é um fenômeno cultural complexo e de grande importância para a sociedade contemporânea, capaz de anunciar e denunciar inúmeras manifestações latentes nos diversos grupos sociais.

Observa-se que a política e o esporte caminham lado a lado, mas talvez  seja necessário  repensar os preceitos a fim de entendermos quais os verdadeiros propósitos das competições esportivas e como a influência da política poderá auxiliar positivamente nas atividades esportivas.

Confesso que nao sou entendida no assunto, mas procurei ler um pouco e escrever aqui algumas ideias que reuni sobre este tema. Nem tão pouco tenho a pretensão de explicar os fatos, para isso, existem os pesquisadores e estudiosos. Para mim, serviu-me como um esclarecimento inicial, e quem sabe assim consigo  “entender” um pouco do que rola nos gramados e  fora dele.

      Mas ainda ficarei refletindo: “O esporte é apenas um fenômeno social, artístico e legalmente competitivo ou é uma máquina política que engloba corrupção, interesses pessoais, preconceitos e total mesquinhez?

Fontes de consulta:

http://www.lazer.eefd.ufrj.br/espsoc/html/es102.htm

lhttp://www.ub.es/geocrit/sn/sn119-95.htm

Boa semana para nós,

Super beijo,

Márcia

Sobre marciafontanella

Sou professora de Língua Portuguesa na cidade de Cascavel- Paraná. Leciono a 19 anos.Sou Pós-Graduada em Língua, Literatura e Ensino.No ano de 2011 comecei uma nova etapa em minha vida profissional, fui convidada para trabalhar no NRE -Núcleo Regional da Educação no NAIPE - Núcleo de Ações Pedagógicas Integradas. Estou levando minhas ideias, meu conhecimento, minha criatividade e dinamicidade a todas as escolas. Um novo desafio! Sou mãe de duas meninas lindas!Adoro ler, ver filmes, seja em casa ou no cinema. Sou corredora. Ano passado me propus a correr a SÃO SILVESTRE, e assim o fiz em dez. passado. Amo a vida e tudo o que ela tem, sejam coisas boas ou não. Acredito que estamos aqui na Terra para evoluirmos, tento ser cada dia melhor!

Publicado em 07/12/2009, em educação, Esporte e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: