Lei anti-fumo, mudará alguma coisa??


Boa noite, bom dia, boa tarde!!

Quanta coisa acontecendo…feriado, viagem, tempestade, árvores caídas, casas destelhadas…aff…

Mais uma semana começando e nós estamos aqui para encará-la com todas as nossas forças.

Lendo algumas revistas na casa da minha irmã, resolvi falar sobre  uma questão  que tem sido falada a porque não dizer “aprovada” a alguns dias.

Começou em São Paulo e logo  o Paraná também aderiu.

A lei anti-fumo.

Novas regras entram em vigor em 28 de novembro.
Estabelecimento que não cumprir lei deve pagar multa de R$ 5,8 mil.

A partir desta data, haverá mudanças em ambientes de trabalho, estudo, cultura, lazer, esporte ou entretenimento, incluindo áreas comuns de condomínios.

 Um dos destaques é que a lei determina a extinção dos fumódromos. 

 Cartazes com aviso da proibição devem ser expostos, com telefones de endereços de órgãos estaduais de vigilância sanitária e defesa do consumidor. A denúncia de descumprimento da lei pode ser feita por qualquer pessoa.

Quando um  cliente estiver infringindo a Lei deve ser alertado e, se insistir, deve ser retirado do local, inclusive com ajuda da polícia. A multa para o proprietário do local é de R$ 5.818. Em caso de reincidência, esse valor é dobrado.

 O texto sancionado também prevê a proibição do fumo em veículos públicos ou privados de transporte coletivo, em carros oficiais e em táxis. A nova lei também proíbe o uso de produtos fumígenos em veículos particulares que transportam crianças ou gestantes. 
 

Também há referência aos agricultores que se comprometerem a mudar o cultivo de fumo por outra plantação. Eles deverão ter prioridade no atendimento dos programas da Secretaria de Agricultura e do Abastecimento.

Exceção

A proposta aprovada pelos deputados e pelo governador prevê permissão para fumar em cultos religiosos que utilizam produtos fumígenos em seus rituais, nas vias públicas, residências e nos locais “destinados ao consumo no próprio local de produto fumígeno, desde que essa condição esteja anunciada, de forma clara, na respectiva entrada”. Nestes casos, devem ser adotadas medidas, como de ventilação e exaustão, que impeçam que a fumaça chegue aos locais proibidos. O fumo também será liberado às instituições de tratamento da saúde que tenham pacientes autorizados a fumar pelo médico. 

Mas até que ponto esta lei contribuirá?

A proibição ao fumo em locais públicos fechados diminui os casos de internamentos por infarto em cerca de 17%. A conclusão é de uma pesquisa da Universidade da Califórnia, que revisou dados de 13 cidades onde foi implantada legislação antifumo similar à que está em vigor em São Paulo e em vários outros estados brasileiros.

O estudo mostra que a redução de 17% é alcançada após um ano que leis restritivas entram em vigor.

Depois de três anos, o número de internações por infarto diminui ainda mais, chegando a 36%. Os dados são de cidades de cinco países, incluindo Estados Unidos, Canadá e Itália.

Em São Paulo, a lei antifumo completou dois meses no dia 6 de outubro e ainda gera polêmica. Em 2007, o número de mortes por infarto no Estado chegou a 18.512. Se o resultado do estudo americano valer também para a capital, 3.147 mortes deverão ser evitadas no prazo de um ano.

Para James Lightwood, um dos autores, o estudo indica que “aprovar leis para ambientes 100% livres de fumo é algo que podemos fazer para proteger o público”, de acordo com a “Folha de S.Paulo”. Segundo a cardiologista Jaqueline Issa, do HC (Hospital das Clínicas) da USP, um ambiente fechado e livre de fumo chega a registrar quantidade de monóxido de carbono quatro vezes menor do que em locais onde o consumo de tabaco é liberado.

Pensar antes de AGIR!!

Procuro sempre pensar antes de agir, antes de falar, antes de escrever, mas tenho  plena consciência que ainda me falta muita reflexão em todos os sentidos na  minha vida!

Tudo isso que está acontecendo com relação a esta Lei, que diz ser “preventiva”, mas que também é discriminatória, excludente, fere o direito à  liberdade,   à cidadania, pode servir também para aqueles que ainda não estão neste vício.

Ontem comemorou-se o Dia das Crianças. Infelizmente cada vez mais vemos estas crianças com cigarros nas mãos e sabemos que na maioria das vezes,  vai muito mais além, geralmente este é o início de uma vida permeada pelas drogas, infelizmente, talvez  “elas” não cheguem nem a  viver o suficiente para ter um infarto.

Quando era adolescente, digamos até uns vinte anos, fumava de vez em quando, saia para a balada, os amigos fumavam e todos iam na “roda”, fumei cigarro, mas nunca cheguei a comprar uma carteira, quando queria, sempre tinha “um amigo” para dar um.

Com o tempo comecei a perceber que não gostava, o cheiro que fica impregnado é horrível, sem falar na consciência do que estava prestes a fazer comigo.

Percebi que não valeria a pena. Assim como tive muitos amigos que usavam outras drogas perto de mim, e sem “demagogia”, nunca usei.

Tive esta maturidade mesmo numa época onde isso pouco importava. Mas e  como agem a maioria dos jovens hoje?

Primeiro que  se você não faz alguma coisa que a “turma”   ta “curtindo” você é excluído! “Está por fora”. E então para ser “igual”….

Vamos pensar um pouco: uma pessoa que fuma  normalmente consome uma carteira de cigarro por dia ou mais, ou seja, gasta em torno de 3,00/dia.No mês, 90,00, no ano, 1.080,00, em 5 anos/ 5.400,00…

Se  refletirmos um pouco, nem começáríamos a fumar, porque só nos trará prejuízos. É um desafio, mas o que os nossos jovens mais gostam são de “desafios”, não é??

Os já fumantes, se optarem pela decisão de não mais  fumar, com certeza terão um super desafio, mas quando se quer, com disciplina, com determinação, consegue-se.

 

Vou colocar este vídeo para que reflitamos um pouco:

 

Super beijo,

Fique bem,

Márcia

  

 

 

 

 

Sobre marciafontanella

Sou professora de Língua Portuguesa na cidade de Cascavel- Paraná. Leciono a 19 anos.Sou Pós-Graduada em Língua, Literatura e Ensino.No ano de 2011 comecei uma nova etapa em minha vida profissional, fui convidada para trabalhar no NRE -Núcleo Regional da Educação no NAIPE - Núcleo de Ações Pedagógicas Integradas. Estou levando minhas ideias, meu conhecimento, minha criatividade e dinamicidade a todas as escolas. Um novo desafio! Sou mãe de duas meninas lindas!Adoro ler, ver filmes, seja em casa ou no cinema. Sou corredora. Ano passado me propus a correr a SÃO SILVESTRE, e assim o fiz em dez. passado. Amo a vida e tudo o que ela tem, sejam coisas boas ou não. Acredito que estamos aqui na Terra para evoluirmos, tento ser cada dia melhor!

Publicado em 13/10/2009, em educação, Uncategorized e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: